É verdade que a gravidez provoca perda dos dentes?

Essa história de que a gravidez enfraquece os dentes a ponto de provocar a perda é muito mal contada.

E se une ao mito de que a mulher grávida não deve ir ao dentista.Os dois juntos jogam contra ela e seu bebê há muito tempo.

A verdade é que a mulher deve, sim, ir ao dentista e fazer o pré-natal odontológico. Esse acompanhamento vai evitar que ela desenvolva a periodontite, doença que pode provocar o parto prematuro e o nascimento de bebê com baixo peso.

Mas vamos entender de onde partiu essa conversa pavorosa de que a mulher grávida deve sofrer com dor e se submeter a perda dos preciosos dentes.

A dentista Regina Yabu Pavanello explica que uma das causas é que na gestação a mulher doa muitos nutrientes da sua própria reserva para o seu bebê que está em desenvolvimento, inclusive os que mantêm os seus dentes saudáveis, como cálcio, vitaminas A, C, D, fibras e água.

Além disso, alguns hábitos que as grávidas podem desenvolver durante a gestação são vilões da saúde bucal. Levantar de madrugada para comer e deitar-se em seguida sem escovar os dentes é um deles; evitar o creme dental por conta de enjoos é outro.

Nos casos de sangramento da gengiva, que acontecem com certa frequência na gravidez, muitas mulheres evitam a escovação a fim de evitar o sangramento – o resultado disso é o surgimento de placas bacterianas, que progridem para cáries e suas consequentes complicações, e periodontite.

É um quadro desse nível sem acompanhamento e cuidados de um dentista que pode resultar em perda dos dentes, e não a gravidez. Portanto, você que está grávida, volte ao dentista, e rápido!